Remédio para emagrecer: 5 razões para não tomar

Perder peso é uma tarefa nada fácil, é por isso que muitas pessoas acabam recorrendo a medicamentos para emagrecer. Hoje em dia, o remédio para emagrecer é muito procurado no mundo todo, já que ele facilita a perda de peso. No entanto, a maioria desses medicamentos podem trazer riscos à saúde, já que podem causar uma série de efeitos colaterais, dependendo do organismo de cada pessoa.

Muitos médicos ainda indicam o uso de remédios para emagrecer a pessoas com sobrepeso ou obesas. Porém, são eles mesmo que alertam sobre os efeitos colaterais dos medicamentos para perder peso, e de que eles não trazem efeitos satisfatórios sem a combinação de uma dieta equilibrada. Por esse motivo, para perder peso de forma saudável, é preciso fazer mudanças no estilo de vida, mesmo com o uso desses remédios.

Além disso, vale citar que o uso indiscriminado de emagrecedores traz uma série de desvantagens e riscos à saúde. Isso porque eles podem causar dependência com o uso prolongado. Por esse e outros motivos, selecionamos 5 razões para não tomar remédio para emagrecer.

1.Podem causar efeitos colaterais

Mesmo sendo recomendados por um médico e usado da maneira correta, os remédios para emagrecer podem causar uma série de efeitos colaterais. Cada tipo de remédio para perder peso pode causar diferentes tipos de efeitos colaterais, que podem variar de acordo com o organismo de cada pessoa.Os anorexígenos como anfepramona, femproporex, mazindol, por exemplo, podem causar irritabilidade, insônia, tremores, aumento da pressão arterial e em casos mais greves, até mesmo depressão.

  1. Podem causar dependência remedio-para-emagrecer-pode-causar-dependencia

Os remédios para emagrecer só podem ser consumidos sob a indicação e orientação de um médico, já que o seu uso prolongado pode causar dependência física e psicológica. Ou seja, a pessoa que consumir esse tipo de medicação por um longo período, pode ficar dependente dessa substância. Por esse motivo, os remédios para emagrecer só devem ser usados em último caso e ainda combinados com uma reeducação alimentar e prática de atividades físicas.

  1. Remédio para emagrecer não faz milagre!

Já que esse tipo de recurso não faz nenhum tipo de milagre no processo de emagrecimento, muitas vezes a melhor alternativa é apostar em opções mais naturais. Ou seja, não adianta tomar remédios para emagrecer acreditando que vai conquistar o corpo dos seus sonhos facilmente. Afinal, para que o medicamento seja eficaz, é preciso fazer uma dieta equilibrada e praticar exercícios físicos. Por isso, muitas vezes a melhor alternativa é apostar em uma dieta equilibrada e de baixas calorias, na prática de exercícios físicos e apostar em chás emagrecedores e outros métodos naturais.

  1. Você pode voltar a engordar

Durante o tratamento com remédios para emagrecer, tudo pode parecer eficaz, porém isso pode durar pouco tempo. O que acontece é que muitas pessoas começam a tomar esse tipo de medicamento e, depois que param com o tratamento não continuam com as mudanças de hábitos alimentares e com a prática de atividades físicas. A consequência disso é o ganho de peso, ou seja, quem faz isso corre o risco de engordar tudo de novo ou ganhar ainda mais peso.

  1. Pode deixar a pele flácidaremedio-para-emagrecer-pode-deixar-a-pele-flacida

Ninguém merece emagrecer e ficar com a pele flácida, não é mesmo? Mas os medicamentos para emagrecer podem resultar nesse efeito. Isso porque eles causam a perda de músculos durante o seu uso, e não apenas de gordura, já que promovem o emagrecimento rápido. E com a perda de músculos no processo de emagrecimento a pele fica flácida. Por isso, o uso desses medicamentos deve ser feito juntamente com uma reeducação alimentar e exercícios físicos para trocar gordura por massa magra.

 

Agora que você sabe as desvantagens de tomar remédio para emagrecer, você pode conquistar o corpo desejado através de uma reeducação alimentar e com a prática de atividades físicas.

Gostou? Compartilhe!

GRÁTIS: 45 Dicas Infalíveis para Emagrecer Com Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *